sábado, 30 de abril de 2011

Bullying

imagem- rs0.blogspot.com
     Bullying pode ser definido como agressões físicas ou morais realizadas de forma repetitiva e intencional através de pessoas que convivem com a vítima em um determinado meio social. Como por exemplo, alunos de uma escola que proporcionam a determinado individuo situações vexatórias de forma frequente. É uma forma de não aceitação de um indivíduo no meio social. 

     Podemos ainda explicitar o resultado danoso que causa complicações psíquicas à vitima deste tipo de violência. De acordo com Abraham Maslow (psicólogo americano autor da teoria da hierarquia de necessidades do homem) o ser humano tem como uma de suas fundamentais necessidades ser aceito na sociedade. Imaginem o que este tipo de violência prejudica na qualidade de vida da vítima?

      Este assunto está sendo amplamente discutido pela sociedade, onde a mídia divulga a todo momento casos de  "bullying" e seus efeitos devastadores para a vitima e para a sociedade como um todo. Todos nós somos conhecedores da tragédia que ocorreu a pouco tempo em uma escola do Rio de Janeiro em um bairro de nome Realengo, que chocou o mundo e abriu os olhos de todos nós para este problema antigo que nós preferíamos deixar de lado enquanto milhares de pessoas no mundo sofriam este tipo de violência denominada "bullying". Na ocasião morreram muitos inocentes e o cidadão foi considerado um monstro. Mas e quanto àqueles que humilharam este cidadão por diversas vezes causando intenso sofrimento ao mesmo?

     É dever de todos nós tratarmos o próximo com respeito para não proporcionarmos ao mundo mais um episódio desse tipo de tragédia. Em consulta no site da Câmara dos Deputados descobrimos catorze projetos de lei que buscam extirpar esse tipo de violência da sociedade. Vão desde a sugestão de um estudo sobre casos de bullying em escolas até a tipificação do "bullying" como um crime contra a honra.

     Veja a lista dos assuntos dos projetos de lei que encontramos:

     -Sugerir ao Ministro da Educação a realização de pesquisa nacional sobre casos de bullying nas escolas públicas de ensino fundamental e médio.

      -Instituir o dia 07 de abril como Dia Nacional de Combate ao Bullying e à violência na Escola.

     -Tipificar o "bullying" como crime contra a honra.

     -Dispor sobre a política "antibullying" nas instituições de ensino no País. 

     -Criar o Programa de Combate ao Bullying Escolar.

     -Dispor sobre a inclusão de medidas de conscientização, prevenção, diagnose e combate ao "bullying" escolar no projeto pedagógico elaborado pelas escolas públicas e privadas em todo o território nacional.

     -Requerer o encaminhamento de sugestão e a realização de fórum, sobre o tema denominado "Bullying".

     -Requerer o registro da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullying e Outras Formas de Violência.

     -Instituir o dia 07 de abril como Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola.

     -Requerer que seja realizada nessa Comissão, Audiência Pública, para discutir políticas de combate ao bullying escolar.

  -Definir o crime de Intimidação no Código Penal Brasileiro e dar outras providências. Explicação: Altera o Decreto-lei nº 2.848, de 1940, definindo como crime a intimidação ou bullying.

     -Acrescentar o inciso IX ao art. 12 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, para incluir entre as incumbências dos estabelecimentos de ensino a promoção de medidas de conscientização, prevenção e combate à violência nas escolas.

     -Dispor sobre a inclusão de medidas de conscientização, prevenção, diagnose e combate ao "bullying" escolar no projeto pedagógico elaborado pelas escolas públicas e privadas de educação básica no país, e dá outras providências.

     -Instituir o Programa de Combate ao "Bullying".

     Como pode-se perceber, o poder público está disposto a combater essa modalidade de violência. Os assuntos abordados nos referidos projetos de lei foram retirados do site da Câmara dos deputados. Você pode conhecer mais um pouco clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário